Novos detalhes da nova Benelli TRK 702

Fonte:indiaonlinemart.net

Mais uma semana, mais uma atualização da Benelli à medida que a sua expansão de gama rápida continua a ganhar ritmo, desta vez com a chegada da Benelli TRK 702 em foco.

Advertisements

Impulsionado pelo enorme sucesso da acessível e versátil TRK502 – que se afastou dos rivais para se tornar a moto mais vendida de Itália -, a Benelli está agora a trabalhar arduamente para capitalizar o seu sucesso, expandindo a linha TRK.

Depois de já ter revelado a Benelli TRK 800 na EICMA no ano passado, a empresa italiana de propriedade chinesa está agora a desenvolver uma TRK 702 mais focada no todo-o-terreno para se juntar à gama.

Fonte:indiaonlinemart.net

Na verdade, enquanto a TRK 502 é uma tourer robusta com capacidades para todo-o-terreno e a TRK 800 é lançada mais para o segmento de tourer desportiva, a Benelli TRK 702 irá na outra direção como um modelo ADV mais dedicado. Isto é demonstrado em novos desenhos de patentes que pegam na linguagem de design da TRK 800 e a ajusta com características mais utilitárias, incluindo barras de proteção corporal.

Fonte:indiaonlinemart.net

Um olhar sobre os desenhos sugere ainda que a TRK 702 virá com um depósito muito maior, seguindo a tendência definida pela nova Yamaha Tenere 700 World Raid, que aumenta a capacidade de 16 litros para 23 litros. Além disso, uma das características mais intrigantes reveladas nos desenhos é a inclusão de duas câmaras – montadas na frente e na traseira – que funcionam essencialmente como ‘dash cams’ incorporadas, uma característica que se tornou cada vez mais popular para quem gosta de ver as suas façanhas de volta ou para fornecer provas de problemas de tráfego rodoviário durante a condução.

A Benelli TRK 702 faz uso do motor bicilíndrico de 693cc proveniente da Kawasaki, uma unidade que também encontrou uma casa recentemente na gama 700 CL-X da CF Moto, como descrevemos na nossa notícia sobre o novo modelo da CF Moto.

Fonte:indiaonlinemart.net

A rápida ascensão da Benelli nos últimos anos tem sido motivada pela sua venda à empresa chinesa Qianjiang (QJ Motor) em 2005. Embora a sua entrada tenha sido mínima inicialmente, a QJ Motor passou a expandir a presença da marca italiana no vasto mercado asiático, ao mesmo tempo que vende vários dos mesmos modelos com a sua própria placa de identificação na China.

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You May Also Like