Miguel Oliveira bate o pé: ‘Disse à KTM que não aceito o lugar na Tech3 e que quero o meu lugar na equipa de fábrica’

© Rob Gray/Polarity Photo

O futuro de Miguel Oliveira é ainda uma incógnita no que diz respeito a 2023. O português começou a temporada com grandes probabilidades de renovar, mas agora a única solução para ficar em Mattighofen é, aparentemente, voltar para a equipa satélite da fabricante austríaca: a Tech3.

Advertisements

Após a corrida de hoje, o português foi questionado sobre o facto de estar, eventualmente, a explorar outras opções fora da KTM. Em resposta, o português deixou claro que já comunicou à KTM as suas intenções de permanecer na equipa de fábrica.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You May Also Like