‘Gostaria de estar numa fábrica, mas as equipas satélite não são como antes’ – Álex Rins

Fonte:© www.suzuki-racing.com

Álex Rins tem o seu futuro totalmente em aberto depois da retirada da Team Suzuki Ecstar do MotoGP no fim desta época, com poucas possibilidades em cima da mesa. Para continuar no pelotão em 2023 deverá ter de se resignar com uma equipa satélite – estando a ser apontado como possibilidade para a RNF MotoGP (Aprilia) e da Gresini (Ducati).

Advertisements

Em declarações transcritas no site motosan.es, que cita o jornal AS e o GPOne.com, o piloto espanhol disse que…

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You May Also Like