André Pires perto da vitória em Portalegre

Fonte: AP Racing

O Campeonato Nacional de Supermoto regressou às pistas nos passados dias 16 e 17 de Julho para disputar a segunda prova da temporada, no Kartódromo de Portalegre. Uma vez mais coube ao Grupo Motard Novo Milénio a tarefa organizativa do evento, que decorreu debaixo de temperaturas altas e com muito calor, num traçado estreante para o piloto de Vila Pouca de Aguiar.

Advertisements

André Pires marcou presença pela segunda vez nesta sua nova aventura aos comandos de uma potente AJP, moto fabricada em Portugal e com a qual o #14 conta este ano na sua participação. O fim-de-semana arrancou com as habituais sessões de treinos livres e qualificação no Sábado, dia em que o piloto da AP Racing rubricou a sexta posição, mesmo sofrendo algumas dificuldades e mesmo uma queda. 

Fonte:AP Racing

Recuperado das mazelas e com a sua AJP novamente pronta para o combate em pista, André partiu determinado em recuperar posições e disputar a liderança da corrida. Depois de um bom arranque, Pires colocou a sua moto na segunda posição, mas não esteve em posição de lutar pela vitória ao sofrer alguns problemas durante toda a primeira corrida. A segunda posição final, servia de recompensa.

A segunda corrida voltava a trazer novos dissabores para André Pires. Novamente focado em saltar para o comando da prova, rapidamente ascendeu à segunda posição, entrando em confronto directo com o seu adversário. Na esperança de ter resolvido todos os problemas, os mesmos voltaram a reaparecer, comprometendo uma vez mais a luta pela vitória. Apesar da curta diferença, Pires logrou o mesmo lugar no pódio.

Fonte: AP Racing

Com estes resultados o piloto português sobe à terceira posição dos pontos na categoria rainha da competição, a Open Supermoto e promete lutar pela vitória já na próxima ronda, em Montemor-o-Velho, no dia 11 de Setembro, neste que é o seu ano de estreia numa modalidade muito popular entre os adeptos locais de cada região por onde a caravana do nacional passa.

Para André, este foi um «fim-de-semana duro com temperaturas muito altas, típico de terras Alentejanas! Com alguns problemas na qualificação e uma queda, acabei por condicionar uma boa posição na grelha. O sexto lugar fez-me concentrar e tentar fazer o melhor arranque para ganhar posições e lutar pelos lugares do pódio. Felizmente fiz dois bons arranques, mas devido a problemas técnicos, não consegui ir além do segundo lugar, o que é muito bom. A equipa está no caminho certo, é tudo uma questão de aprendizagem, estamos perto da vitória!»

Leave a Reply

Your email address will not be published.

You May Also Like