‘A primeira verdadeira qualificação vai ser o FP2; Temos de adaptar a moto da melhor forma possível’ – Miguel Oliveira

A KTM mostrou nos testes não ter de momento a moto mais veloz em termos de tempo por volta, ainda assim, apresentou um ritmo altamente competitivo em ritmo de corrida mas a «chave» para ser competitivo nesse aspeto em particular, acredita Miguel Oliveira, passa por adaptar a moto da melhor forma às condições do momento, sendo que o FP2 será a primeira oportunidade para mostrar algo.

Não existe muito que possamos fazer na velocidade de uma volta apenas desde os [últimos] testes até à corrida, é uma questão de ter a experiência aqui.……..

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

You May Also Like