MotoGP

Moto2: Miguel Oliveira entra da melhor forma em 2017

newsletter

pub

10 / fevereiro, 2017

Piloto português dominou sessão de dois dias de testes privados das Moto2 em Valência.

Os pilotos da categoria intermédia do Mundial de Velocidade, Moto2, regressaram às pistas após a pausa obrigatória de inverno. Numa sessão de testes privados no circuito Ricardo Tormo, Miguel Oliveira, que esta temporada retornou à KTM após ter-se sagrado vice-campeão de Moto3 em 2015 com a marca austríaca, esteve em grande destaque e liderou de forma consistente a tabela de tempos.

Apesar de muitas ausências nestes testes privados – apenas estiveram em pista cinco pilotos Moto2 -, Miguel Oliveira não perdeu tempo e aproveitou da melhor forma os dois dias de testes para se habituar à nova moto desta temporada.

A KTM trabalhou intensamente este projeto de Moto2 ao longo da pausa de inverno, incluindo testes em tunel de vento para melhorar a aerodinâmica do conjunto que usa motor Honda (obrigatório na categoria) e uma estrutura fabricada pela WP, com destaque para o quadro tubular.

No primeiro dia dos testes Miguel Oliveira, devido às condições climatéricas no Ricardo Tormo, aproveitou para acumular voltas em cima da KTM Moto2. Sem ter a pressão de testar material novo nesse primeiro dia ou de fazer tempos, o piloto português foi ainda assim o mais rápido com uma volta de 1’37.162s após completar 49 voltas ao circuito valenciano.

Já no segundo dia as condições climatéricas melhoraram significativamente, especialmente ao nível do vento, e assim o talentoso português abordou o teste com objetivo de testar soluções que melhorem a moto austríaca. Acumulou um total de 67 voltas no segundo dia, e para além de ter conseguido a melhor volta do dia com um tempo de 1’35.887s, foi aliás o único piloto a baixar para o segundo 35, o nosso “MIG44” encontrou forma de melhorar o comportamento da KTM ao nível das suspensões realizando simulações de corrida com pneus usados

“Foram dois dias de muito trabalho com muitas voltas, sobretudo hoje (5ª feira) que a temperatura estava boa para rodar e com muito menos vento que ontem, o que nos permitiu experimentar muitas coisas. Centramo-nos mais parte traseira da moto sem nos concentrar no que seria uma volta rápida, e experimentar tudo simulando as condições de corrida com pneus bastante usados. Comparativamente à moto que rodei aqui da última vez é a mesma, mas o que mudou bastante foram as afinações e a forma de trabalho das suspensões. O próximo teste é em Jerez, uma pista bastante diferente desta e onde teremos inclusivamente pneus mais macios para usar, mas temos ainda que melhorar a parte traseira para chegarmos aí mais tranquilos. O positivo é que temos muitas ideias e por isso estou confiante”.

 

Aqui fica a tabela dos melhores tempos de Moto2 nestes testes privados de Valência

 

1 44 Miguel Oliveira KTM 1:35.887  

2 22 Fabio Quartararo Kalex 1:36.057 0.170s

3 23 Marcel Schrotter Suter 1:36.260 0.373s

4 21 Edgar Pons Kalex 1:36.563 0.676s

5 88 Ricky Cardus KTM 1:36.884 0.997s

Fique atento a www.motociclismo.pt para mais novidades sobre a preparação de Miguel Oliveira e da KTM para a temporada 2017 do Mundial Moto2. A não perder!

pub

Destaques

MotoGP ver mais
MotoGP ver mais
MotoGP ver mais
MotoGP ver mais
MotoGP ver mais
MotoGP ver mais Um dos casos mais famosos em que foi aplicada a penalização de pontos: Rossi e Marquez, em Sepang 2015, numa altura em que Rossi lutava com Lorenzo pelo título de MotoGP